Esses são os tipos sanguíneos mais raros de encontrar

Saber o próprio tipo sanguíneo é de extrema importância para momentos emergenciais. No entanto, as pessoas ainda não parecem saber o quanto isso é importante para uma transfusão de sangue, por exemplo. São várias as alternativas hoje, e existe até mesmo uma que foge da habitual classificação de A, B ou O.

Essa condição rara é considerada pelos cientistas como o tipo de sangue mais raro do mundo, e são pouquíssimas as pessoas em todo o globo que contam com essa condição. Se você quer saber mais sobre o assunto, além de conferir quais são as raridades de cada tipo sanguíneo, dê uma olhada em nosso texto e fique por dentro de tudo.

ANÚNCIO
Esses são os tipos sanguíneos mais raros de encontrar
Fonte: (Reprodução/Internet)

No texto a seguir, você vai poder conferir as seguintes informações sobre o assunto:

  • Raridade dos tipos sanguíneos;
  • Sangue dourado é o tipo mais raro do mundo;
  • Rh nulo pode salvar vidas;
  • Sangue dourado pode ser um risco à saúde;
  • Quem pode fazer doação de sangue.

Raridade dos tipos sanguíneos

Tema estudando aos montes em escolas, os tipos sanguíneos ainda são uma incógnita para muita gente, apesar de seus aspectos básicos serem conhecidos por todos nós. No entanto, pouca gente sabe qual é o grau de raridade do próprio tipo sanguíneo, o que pode acabar sendo um problema em uma situação grave.

Esses são os tipos sanguíneos mais raros de encontrar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Atualmente, são 4 os tipos de sangue mais conhecidos, e, muito provavelmente, você deve se encaixar em algum deles. O que faz com que o tipo sanguíneo não seja o mesmo para todo mundo são os antígenos, ao qual falaremos um pouco mais sobre eles adiante. No fim, são eles que fazem os sangues serem diferentes, positivos ou negativos.

ANÚNCIO

Confira abaixo quais são os tipos sanguíneos conhecidos hoje, quais são os mais raros, e qual é a compatibilidade de cada um deles:

  • Tipo A: é extremamente comum. Portadores desse tipo só podem receber sangue do tipo A ou ainda do tipo O;
  • Tipo O: também é bastante comum. Menos compatível, só pode receber doações de sangue de pessoas com o mesmo tipo sanguíneo;
  • Tipo B: tipo sanguíneo raro. Quem é portador desse tipo sanguíneo só tem a possibilidade de receber sangue do tipo B ou O;
  • Tipo AB: extremamente raro. Por conter dois tipos de sangue, consegue receber doação de qualquer tipo sanguíneo, sem manifestar qualquer reação.

Saber o tipo sanguíneo é extremamente importante

É preciso destacar que é extremamente importante saber o próprio tipo sanguíneo, pois esse tipo de informação é indispensável para quando precisar fazer uma transfusão de sangue. Isso porque, como você deve ter notado em nossa exposição, nem todos os tipos de sangue são compatíveis entre si.

Caso um tipo sanguíneo que não seja compatível seja injetado em seu corpo, o seu organismo irá recusar as novas células e, possivelmente, isso vai te levar à morte. Por isso, se informe sobre como saber o tipo sanguíneo antes que qualquer imprevisto do tipo aconteça com você.

ANÚNCIO

Sangue dourado é o tipo mais raro do mundo

Acredite se quiser, existe um tipo de sangue que não se encaixa nas categorias conhecidas, chamado de “sangue dourado”, apesar de ser da mesma cor que os outros tipos. No entanto, ele recebe esse nome por conta da sua raridade, sendo tratado praticamente como ouro.

Esses são os tipos sanguíneos mais raros de encontrar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Cada tipo de sangue tem, em seus glóbulos vermelhos, um tipo de proteína chamada antígeno. Os tipos A têm antígeno A, o B funciona da mesma forma, e o O não tem de nenhum dos tipos. Além disso, esses glóbulos também contam com o antígeno RhD, que faz com que o sangue fique positivo ou negativo.

O grande problema é que alguns sangues não são nem positivos nem negativos, se tornando neutros. É aqui que aparece o sangue dourado, que não consegue se identificar como um A + ou um B -, já que não conta com qualquer desequilíbrio do tipo. Por isso, ele também é chamado de “Rh nulo”.

Compatibilidade dos sangues é essencial

Apesar de não parecer ser muito importante em um primeiro momento, saber do RhD do sangue é extremamente necessário no momento de uma transfusão, por exemplo. Uma pessoa de Rh positivo não pode receber um negativo em seu organismo, pois não acabam sendo compatíveis com o próprio corpo.

A partir do momento em que o sangue incompatível é inserido no corpo, os anticorpos notarão as células estranhas e tratarão de eliminá-las na mesma hora. Isso pode parecer um problema reversível caso um engano aconteça, porém, pode levar o paciente à morte, sendo extremamente grave.

Rh nulo pode salvar vidas

Esse tipo sanguíneo é o mais raro de todos, e ainda não se sabe porquê ele existe. Até hoje, o que foi descoberto é que a condição é hereditária, ou seja, é necessário que os pais do portador também tenham o mesmo tipo sanguíneo, de acordo com o que foi dito por Natalia Villarroya, em entrevista à BBC.

Esses são os tipos sanguíneos mais raros de encontrar
Fonte: (Reprodução/Internet)

O sangue dourado pode ser considerado um verdadeiro tesouro para a medicina, já que, por contar com Rh nulo, em teoria, poderia ser doado para qualquer tipo de pessoa no mundo. Isso acabaria com os problemas de incompatibilidade e facilitaria a grande maioria das transfusões sanguíneas.

Por isso, muitos médicos estão sempre tentando descobrir novidades sobre esse tipo de sangue, porém, acabam esbarrando no número de pessoas portadoras dessa raridade em todo o mundo. Alguns cientistas até mesmo tentam rastrear eles ao redor do mundo, apesar dos bancos de sangue garantirem o anonimato dos doadores.

Número de pessoas no mundo com esse sangue é muito baixo

Quando falamos que algo é raro, é possível imaginar que cerca de 1.000 pessoas em todo o mundo contam com isso, já que esse número, em comparação aos bilhões de seres que vivem em nosso planeta, é bastante pequeno. Porém, quando o assunto é sangue dourado, estamos falando de um número bem menor.

A primeira vez que ele foi detectado foi apenas em 1961, e, desde então, apenas outras 43 pessoas com sangue dourado Fonte: (Reprodução/Internet). O número baixo de pessoas, e o anonimato dos bancos de sangue, tornam bastante difícil a missão dos cientistas em saberem mais sobre o sangue dourado.

Sangue dourado pode ser um risco à saúde

Como você deve imaginar, é bastante difícil obter maiores informações sobre esse tipo sanguíneo, tendo em vista o baixo número de pessoas que contam com essa condição em todo o mundo. Apesar disso, algumas descobertas foram feitas, e a situação não é das melhores para quem tem sangue dourado.

Esses são os tipos sanguíneos mais raros de encontrar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Ao que tudo indica, quem tem sangue com Rh nulo também pode ter anemia leve, porém, nada ainda é confirmado. Além disso, também é preciso pensar nos riscos caso um acidente aconteça, já que é extremamente raro encontrar um doador de sangue do mesmo tipo em outros locais do mundo.

Hoje, quem conta com essa condição está espalhado pelo mundo, tendo pessoas vivendo no Brasil, Estados Unidos, Japão, entre outros países. Apesar do sangue poder ser aceito por todos os outros tipos, é preciso que o doador do sangue também tenha sangue dourado para que o líquido não seja recusado no novo organismo.

Portadores geralmente guardam o próprio sangue

Para evitar que não consigam contar com transfusão de sangue no caso de algum acidente, os portadores do sangue dourado são instruídos a tirarem uma quantidade do próprio sangue para momentos futuros. Isso faz com que uma reserva sempre esteja disponível em algum banco de sangue.

Além disso, os bancos também solicitam que eles reservem, caso queiram, uma quantidade de sangue para atender outras pessoas que tenham tipos sanguíneos raros. No entanto, o mais indicado é que o próprio doador reserve sangue para si mesmo, já que os portadores dessa condição, geralmente, estão bem distantes um do outro.

Quem pode fazer doação de sangue

Não é novidade para ninguém que os grandes hospitais estão sempre precisando de doação de sangue. Todavia, apesar disso, pouca gente se disponibiliza para fazer as doações, seja por falta de tempo, ou ainda porque não sabem se podem de fato fazer a doação.

Esses são os tipos sanguíneos mais raros de encontrar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Ajudar o próximo dessa maneira é extremamente importante, principalmente se você tiver um tipo sanguíneo raro. Porém, caso tenha um dos mais comuns, também não é motivo para deixar de doar, até porque, como já dissemos, os níveis de doação nos bancos de sangue estão, quase sempre, em baixa.

Se você está interessado em ajudar alguém, confira abaixo quem são as pessoas que podem doar sangue:

  • O interessante em doar precisa ter entre 18 e 65 anos;
  • Caso tenha 16, e tenha o desejo de doar, é possível com autorização dos responsáveis;
  • É preciso ter mais de 50 quilos.

Detalhes importantes

Além dos requisitos básicos de idade e físicos para a doação de sangue, algumas condições não são aprovadas para o procedimento. São elas:

  • Não são aceitas doações de quem já usou drogas injetáveis;
  • Caso tenha tido DST, aguardar 1 ano após a cura;
  • Caso tenha se tatuado, é preciso esperar entre um período de 6 a 12 meses para fazer doações.

Se tiver tipo sanguíneo raro, não deixe de fazer doações

Caso tenha algum tipo sanguíneo raro, não deixe de fazer doações, caso seja da sua vontade, é claro. Mas saiba que um ato simples da sua parte, como reservar uma parte da sua tarde para isso, pode fazer toda a diferença para quem está precisando. A doação é importante, e se você tem um sangue raro, se torna mais ainda.