Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar

Na hora de aprender um instrumento musical, o que você considera? Começar pelo mais fácil, é isso? Saiba que na contramão há vários que são bem difíceis de serem tocados.

Isso quer dizer que exigem vários anos de dedicação, estudo e aprendizagem. Por outro lado, também estão entre os que possuem as melhores notas e os melhores sons. Veja só.

ANÚNCIO
Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

10 - Saxofone

O saxofone ou somente sax está aqui por um motivo especial: a nota escrita não é a mesma que ouvimos. Ou seja, ele não tem um som real. Assim, a maior parte deles são em Si. O instrumento transpositor, como é chamado, foi patenteado por Adolphe Sax.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Ele é feito de metal, geralmente com latão e em uma mecânica que o deixa ao lado de flauta e clarinete. Tem um tubo cônico com 26 orifícios. As aberturas são controladas por chaves vedadas com sapatilhas de couro. A boquilha é de metal ou resina e tem palheta de bambu.

Atualmente, há vários fornecedores desse instrumento, porém, a Yamaha é a que mais se destaca no mercado pela qualidade do produto. E esse é só o começo, veja abaixo os próximos instrumentos que vão surpreender você.

ANÚNCIO

9 - Tuba

O mais legal é que essa lista está bastante eclética. Porque além de encontrarmos instrumentos que realmente são dificílimos de serem tocados, alguns deles são desconhecidos da maioria do público. O tuba é um deles.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Estamos falando de um instrumento da família dos metais, que é um aerofone. A primeira patente de uma tuba surgiu em 1835 com o nome de Johann Moritz e Wilhelm Wieprecht por trás. O formato dele é em tubo cônico recurvado. Pode ter de três a seis pistões e válvulas.

O curioso nesse tópico é que há pelo menos três variações da tuba, sendo tuba de marcha, helicon e sousafone. Aliás, o sousafone é bem raro de ser encontrado e tem um formato interessante, onde o tubo termina em “S”. 

ANÚNCIO

8 - Acordeão

Ele também é chamado de sanfona. Muito comum em várias culturas populares. Acaba sendo ótimo para criar sons empolgantes. Uma pessoa com um acordeão já pode fazer uma música bem interessante, sem que seja preciso uma orquestra toda.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Temos aqui um instrumento aerofone, que vem da Alemanha e é composto por um fole, palhetas livres e duas caixas harmônicas. Ou seja, é um instrumento de tecla, que exige o profissional essa habilidade de “fazer duas coisas ao mesmo tempo”. 

Apesar de vir da Alemanha, acredita-se que a origem dele seja chinesa. Porém, lá é possível encontrar nos dias atuais um acordeão mais portátil, que é tocado através do sopro, bem diferente da sanfona que estamos acostumados a ver.

7 - Gaita de Fole

No Sul do Brasil, esse tipo de gaita é bem conhecido, especialmente, no Rio Grande do Sul. A grande dificuldade está na força exigida e não, necessariamente, na complexidade do instrumento. Ou seja, é preciso ter uma ótima quantidade de sopro para ter sucesso.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Por isso, é um dos instrumentos que mais tem “alunos” que desistem rapidamente. Isso porque o não sucesso no começo é natural, porém, somente após muita calma e paciência é que o som sai perfeito. Aliás, o som perfeito pode durar pouco mais do que 2 minutos e só.

Muito mais do que saber apertar teclas ou movimentar o braço, a ideia é trabalhar muito bem com a respiração, que é considerada o elemento mais complicado nesse tipo de instrumento.

6 - Oboé

O oboé entra nessa lista não só porque é difícil de ser tocado, mas também porque é um dos menos conhecidos que você vai ler hoje. Ele é um instrumento musical de sopro, que contém palheta dupla e é quase um “parente próximo” da flauta, da clarinete e do saxofone.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Bom, o fato é que ele é de madeira. Ele foi incorporado na orquestra em meados do século XVII, quando se tornou popular entre grandes compositores, como Antonio Vivaldi, Johann Sebastian Bach, Wolfgang Amadeus Mozart, entre outros.

Para quem não se ligou sobre esse instrumento, considere que ele requer uma grande habilidade respiratória para ser tocado. Sem falar que exige também uma boa embocadura, isto é, o modo em que os lábios e os dentes se apoiam no bocal. É preciso ser perfeito!

5 - Piano

Quer ver só uma coisa? Quantas pessoas você conhece que aprendeu a tocar piano da noite para o dia? Mesmo que sejam autodidatas, as pessoas levam tempo para aprender a tocar piano e muito tempo se comparado com outros instrumentos musicais.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Isso prova que essa atividade é muito mais complexa do que parece. Logo, o piano entra, com bastante mérito, na lista de instrumentos musicais mais difíceis de tocar. O piano é tocado a partir de teclas, sendo comum no jazz e na música clássica. Ele é ótimo para solo, aliás.

Fora isso, ele tem uma placa de som e cordas de metal que são cobertas por uma caixa de madeira protetora. Está na lista dos instrumentos mais viciantes e mais famosos do mundo. A variação de som e volume que ele pode causar é um dos pontos mais interessantes.

4 - Órgão

Agora, a gente trouxe o órgão aqui não apenas porque ele é difícil de tocar, mas especialmente porque ele é muito confundido com o piano. Vamos lá: piano e cravo são instrumentos que possuem os sons produzidos pela vibração das cordas. No órgão, não é assim que acontece.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

O órgão até poderia estar no último tópico da lista porque é considerado por muitos como o mais difícil de todos os instrumentos. Mas, para outras pessoas, ele é mais fácil do que os nomes que vem abaixo. O fato é que ele é um instrumento bastante excêntrico.

O órgão não possui cordas. E dependendo do instrumento, ele pode ter várias centenas de teclas e tubos. Assim, as notas saem a partir da passagem de ar pelos tubos verticais. Incrível não? Ele é da família dos aerofones de teclas e tocado por manuais e pedaleira.

3 - Trompa

A verdade é que quem conhece os instrumentos musicais sempre cria uma discussão para falar de qual é o mais complicado de ser tocado entre a trompa e a harpa – já que ambos são considerados alguns dos mais difíceis do mundo. Para esse texto, escolhemos a harpa.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Então, nesse top 3, a gente começa a falar da trompa. A trompa é um instrumento de sopro, que vem da família dos metais e tem papel importante em praticamente todas as orquestras sinfônicas. Recentemente, também foi incluída na música moderna, além dos gêneros clássicos.

Um dos pontos mais legais da trompa é saber que ela foi criada a partir da reprodução de sons que eram feitos com chifres de animais – sim, algo bem próximo do famoso berrante. Porém, ao longo dos anos, o design foi se modificando e tem uma forma bem excêntrica hoje em dia. 

2 - Harpa

Esse é um instrumento multicordas, o que quer dizer muita coisa. De um modo mais técnico, a harpa é montada a partir de um pescoço, de um ressonador e com as cordas que ficam posicionadas de forma perpendicular à placa de som.

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Aqui entra a maior curiosidade da harpa, com o tempo, as cordas foram sendo usadas a partir de materiais diferentes, como tripas, fios, seda e até mesmo nylon. Outra coisa é que ela compõe o currículo de grandes compositores, como Mozart e Dussek.

Atualmente, a harpa também está na música moderna. No entanto, considere que é sempre através de nomes clássicos que se tem conhecido sobre o uso dela, especialmente em concertos e orquestras. Um dos nomes mais famosos do jazz é Casper Reardon.

1 - Violino

Sim, o violino tem que estar no topo dessa lista. Aliás, no final dela – já que estamos em uma ordem invertida aqui. Então, todas as vezes que você for em alguma festa de casamento ou de formatura e ver aqueles profissionais tocando violino, sim, você pode aplaudir. 

Esses são os 10 instrumentos musicais mais difíceis de tocar
Foto: (reprodução/internet)

Para quem não sabe, o violino é considerado o menor instrumento de cordas de alta-frequência que se tem no mundo. Ele possui quatro cordas afinadas em quintas perfeitas. E tanto é que o violonista usa um arco para tocar o instrumento.

Quanto ao material, eles podem ser feitos de vários tipos de madeira e quem faz é chamado de luthier. A origem do violino é antiga, sendo que o instrumento é usado para vários gêneros atuais, desde o jazz e folk até mesmo o rock. 

Onde aprender a tocar instrumentos

Atualmente, há uma série de cursos online, palestras, vídeos, livros e até mesmo aplicativos que ensinam a tocar guitarra, violão, bateria, flauta, etc. E olha que você não precisa pagar nada para ter essas “aulas”, hein.

Porém, quando se fala em um desses 10 instrumentos que citamos aqui, com certeza, você vai precisar de um professor particular com muito conhecimento. Afinal, são instrumentos difíceis que além de exigirem tempo também exigem uma boa didática de ensino.

Não há posts para exibir